Icon Icon

O soldado que fugiu mais de 200 vezes !

2 de set de 2013

Algumas situações vividas em períodos de guerra só podem ser compreendidas por quem passou por momentos tão extremos. Deve ser a única maneira de entender as atitudes do soldado inglês Horace Joseph Greasley: ele conseguiu escapar mais de 200 vezes de um campo de concentração, mas voltou espontaneamente para o campo em todas elas. O motivo? Amor, é claro.
Tudo começou quando Greasley foi convocado para lutar ao lado do exército da Inglaterra durante a Segunda Guerra Mundial, em 1939. No mesmo ano, ele desembarcou na França como parte da Força Expedicionária Britânica. Não demorou para que ele e seus companheiros fossem capturados por soldados alemães e enviados como prisioneiros de guerra para o campo de prisioneiros de Silésia, no leste da Alemanha.



Foi lá que ele conheceu Rosa Rauchbach, filha do diretor de uma mina anexa ao campo, que trabalhava como intérprete entre o inglês e o alemão. Os dois se apaixonaram, e se encontravam às escondidas nas dependências do campo sempre que era possível.
Já que tudo o que é bom dura pouco, cerca de um ano depois, o soldado inglês e seus companheiros foram transferidos para o campo de Freiwaldau, um anexo do famoso campo de concentração de Auschwitz, localizado a aproximadamente 70 quilômetros de distância de Silésia.
Como ainda estávamos distantes da criação da telefonia móvel, a única maneira que Greasley encontrou para se comunicar com sua amada eram recados passados por outros prisioneiros. Como ele trabalhava como barbeiro no campo, tinha contato com muitos outros homens que o ajudavam a trocar mensagens com sua amada.


Horace Greasley – prenda-o se for capaz!
Os campos ficavam em um lugar relativamente isolado: fugir de volta para a Inglaterra, por exemplo, não era uma opção para o prisioneiro. A fronteira mais próxima era com a com a Suécia, que ficava a 680 quilômetros de onde estavam. Talvez por isso, os homens que cuidavam dos prisioneiros não estavam tão preocupados com possíveis fugas. Por isso, o soldado inglês conseguiu escapar algumas vezes, nas quais deixava o seu campo infiltrado em grupos de trabalho que se dirigiam para o local em que Rosa estava.
Estima-se que ele tenha escapado mais de duas centenas de vezes, sem nunca ter sido descoberto, pois suas saídas eram curtas e ele retornava sempre durante a noite para seu lugar.
Horace Joseph Greasley conseguiu sua liberdade depois de 5 anos na prisão, no dia 24 de maio de 1945. Ele e Rosa ainda trocaram algumas correspondências depois do fim da guerra, mas, logo depois que retornou à Inglaterra, ele recebeu a notícia de que sua amada morrera durante um parto, juntamente com a criança. Ele nunca chegou a ter certeza se o filho era dele.
Greasley se casou novamente na década de 1970, e emigrou para a Espanha em 1988. Duas décadas depois ele publicou o romance Do the birds still sing in Hell? (Os pássaros ainda podem cantar no inferno?), em que conta sua experiência na época da guerra.

0 comentários:

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t :u :v :x

Postar um comentário




Nos ajude com valor que quiser

Nosso Blog esta funcionando graças a sua ajuda , Nos ajude a crescer mais , Vamos trazer mais novidades e conteúdos Interessantes Obrigado :)

Agregadores

BetoLinks Geral Links Uazza xmuito BetoLinks Vida vadia Camaleao - Agregador Link - Irado Agregador - Toneladas Link Ativo Tudu Juntu iblogs Agrega links Agrega dicas obizurado Linkrama Surfando Surfando Fofocaiada da Rede Blogs Divirto Meus Links